R.E.M. derruba vídeo do Donald Trump

A banda recentemente removeu o vídeo de Donald Trump por uso não autorizado de sua canção. Logo depois também usando o Twitter para alfinetar o Presidente Americano.

Todos conseguem colocar músicas de bandas que gostam em um vídeo, muitos continuam a fazer isso mesmo depois de várias bandas negarem, como é o caso de Trump. Quando o President divulgou sua campanha usando o clipe “I Will Rock You” do Queen, a banda proibiu o candidato de usar suas músicas. O cantor Neil Young também já proibiu suas músicas logo após Trump usar “Rockin’ In The Free World”.

Em 2015, o presidente também havia usado um dos singles da banda(“It’s the End of the World as We Know It (And I Feel Fine)”) . Na época do ocorrido, o grupo usou o Twitter para novamente alfinetar o presidente.

Os membros do R.E.M. já são conhecidos por não serem fãs do presidente, o guitarrista, Peter Buck, já chegou a lançar um single ‘anti-Trump’ em um de seus projetos paralelos.

O caso dessa vez ocorreu quando o Trump lançou um vídeo em seu Twitter contra certos discursos políticos, usando um trecho de “Everybody Hurts” no fundo.

O vídeo acabou sendo rapidamente excluído do Twitter de Trump. Logo em seguida, a banda já começou a disparar indiretas na rede.

A banda fez uma referência a outra música sua, “World Leader Pretend”, lançada em 1988 no álbum de estúdio Green.

Fonte: Tenho Mais Discos do Que Amigos

Comentários

Comente