30 covers tão bons quanto os originais

A lista a seguir contém 30 covers que ficaram tão bons que seus originais. Algumas músicas contam com o cover totalmente diferente, mais animado ou mais triste.

A lista a seguir não apresenta uma ordem definida.

Knockin On Heavens Door – Gun’s N’ Roses

A versão de Knockin On Heavens Door de Gun’s N’ Roses (Original do Bob Dylan) tem seu estilo do Rock, do próprio Gun’s N’ Roses, que tem uma pegada mais puxada pro Metal, não perdendo o sentimento que a versão original traz.

Tainted Love – Soft Cell

A música Tainted Love de Soft Cell (Original da Glória Jones) pegou a música original e transformou ela em um Techno Pop dos Anos 80. Mesmo com toda mudança de 2 décadas a música não perdeu a qualidade que ela tinha, assim se tornando mais famosa que a original.

Hurt – Johnny Cash

A música Hurt do Johnny Cash (Original do Nine Inch Nails) traz um ar mais pesado pra música. Trent Reznor (Vocalista do Nine Inch) chegou a admitir que a versão de Johnny chega a ser muito melhor que a original, trazendo muita tristeza a música.

Twist And Shout – The Beatles

Beatles começou sua carreira fazendo ótimos covers dos Anos 50, Twist and Shout (Original do Top Notes) foi uma das músicas de mais famosas dos Beatles, ficando ainda mais famosa depois de “Curtindo a Vida Adoidado”.

The Man Who Sold The World – Nirvana

Nirvana transformou a clássica música do David Bowie em Glam Rock, combinando seu clássico e Rock, Nirvana conseguiu fazer a sua versão mais famosa que a de Bowie.

Por Enquanto – Cássia Eller

Por Enquanto (Legião Urbana) foi a música que levou Cássia Eller ao seu estrelato em seu disco de estréia. O modo em que ela canta traz a música um estilo mais sombrio, mais estranho.

My Way – Sid Vicious

Sid Vicious trouxe a música My Way (do Frank Sinatra) do Jazz para o Punk. A música conta com seu ritmo um pouco mais acelerado do que o normal.

Route 66 – Depeche Mode

Depeche Mode fez com essa música o mesmo que Soft Cell, levando Route 66 (original do Nat King Cole) do Blues para o Techno Pop dos Anos 80. Route 66 é uma das músicas com mais versões covers existentes.

All Along the Watchtower – The Jimi Hendrix Experience

Jimi Hendrix (O melhor guitarrista do mundo) transformou o clássico Folk do Bob Dylan em um clássico do Rock. Jimi Hendrix começou a gravar sua versão da música em 21 de Janeiro de 1968 e somente lançou ela em 21 de Setembro de 1968.

I Love Rock and Roll – Joan Jett and The Blackhearts

Joan Jett e The Blackhearts fizeram o cover da versão de Arrows, transformando I Love Rock and Roll na música mais famosa de toda sua carreira.

A Wonderful World – Joey Ramone

Joey Ramone (dos Ramones) transformou a música A Wonderful World (De Louis Armstrong) do Jazz para o Punk. Transformando o clássico trompete em solos de guitarra.

Mad World – Gary Jules

A versão cover de Mad World (Original de Tias Fofinhas) ficou famosa depois de tocar no final de Donnie Darko. A versão de Gary Jules tem uma versão mais triste, colocando um sentimento a mais que na versão alternativa.

Take a Chance on Me – Erasure

Erasure fez uma versão da música do ABBA, sua versão ficou conhecida como uma versão Pop e a do ABBA como Pop Disco. As duas tem seu estilo extremamente parecidos.

Tiro ao Álvaro – Elis Regina

Elis Regina fez sua versão cover com a participação especial do criador da versão original, Adoniran Barbosa, que participa no começo da música.

Nothing Compares 2 U – Sinéad O’Connor

Sinéad trouxe um tom muito mais triste para a música de Prince,  colocando muito mais sentimento nela e transformando-a em uma música completamente diferente.

Feeling Good – Nina Simoni

Essa música muita gente pensa que a versão original é da própria Nina Simoni, sendo que a versão original é do Anthony Newley e Leslie Bricusse, que fizeram a mesma para um musical. A versão ficou tão famosa que outros artistas fazem cover da versão da Simoni e não de Anthony e Leslie

Feeling Good – Muse

A versão cover do Muse comprova como as pessoas acham que a versão original é da Nina Simoni, não de Anthony e Leslie, já que a versão do Muse foi feita em cima da versão Da Nina Simoni.

New Kind of Kick – Muse

Muse fez a versão cover de New Kind of Kick (The Cramps) para o Halloween de 2016. Muse trouxe a versão um pouco mais para o Rock, contando apenas com baixo e bateria, sem a tradicional guitarra.

La Vie en Rose – Grace Jones 

Grace Jones fez o cover de uma música francesa, original de Edith Piaf, onde traz um tom mais animado para a música, até mais alegre.

I Will Always Love You – Whitney Houston

A versão de Whitney (Original Dolly Parton) traz um ritmo um pouco mais lento para a música, mais para uma dança calma. A versão da Whitney ficou tão famosa que poucas pessoas conhecem a original.

Last Kiss – Pearl Jam

Pearl Jam transformou a versão de Wayne Cochran do Rockabilly para o Grunge. Sua versão faz uma homenagem aos refugiados de Kosovo, junto com várias outras bandas.

Primeiros Erros – Capital Inicial

A versão de Capital Inicial além de ficar mais famosa do que a de Kiko Zambianchi também trouxe o cara de volta a fazer shows, já que estava entrando no esquecimento de seu público.

Since I Don’t Have You – Guns’  N’ Roses

Todo o álbum The Spaghetti Incident? do Guns’ N’ Roses foi uma homenagem ao Rock Antigo, versão original do The Skyliners. O álbum em si é inteiramente feito de covers, Axl já chegou a falar em público para as pessoas procurarem as originais.

Hey Joe – Jimi Hendrix

Jimi Hendrix transformou a versão do Billy Roberts, Rock Clássico, em uma versão totalmente diferente para o Rock.

Easy – Faith No More

A versão de Easy (Original do Commodores) trouxe a música do Soul para o Metal, deixando ela com um estilo totalmente diferente sem perder seu estilo.

It’s My Life – No Doubt

Talvez essa não seja a melhor forma de comparação, mas a versão do No Doubt ficou tão boa quanto a do Talk-Talk, mas pelo menos ficou mais famosa que o hit.

Stand By Me – John Lennon

A música cover de John Lennon (Original Ben E. King) transformou o Soul em um Rock Clássico.

Alabama Song – The Doors

A versão do The Doors trouxe a música do Bertolt Brecht & Kurt Weill a época em que a música saiu. A versão do The Doors é Rock, a versão do Bertolt Brecht & Kurt Weill é um clássico dos Anos 30.

Valerie – Amy Winehouse

A versão Blues de Amy Winehouse ultrapassou a original feita pelo The Zutons, que tinha a versão original Indie.

 

I Fought The Law – The Clash

A banda Punk chamada The Clash fez o cover de Bobby Fuller, cantor dos Anos 70. A música também tem covers da banda Dead Kennedys e Green Day.

 

A lista acaba por aqui, o que vocês acharam? Se estiver faltando algum artista deixe nos comentários que podemos adicionar.

Aqui tem uma Playlist no Spotify cheia de covers para vocês escutarem:

Comentários

Comente